Melhore a gestão de desempenho usando a gamificação

Por Juliane Yamaoka, gerente geral da Efix
 O modelo de gestão de desempenho adotado por várias empresas – com foco em poucos feedbacks e avaliações subjetivas—já não funciona mais.

 

Caso Uber mostra que comportamento precisa fazer parte da avaliação de performance

Por Juliane Yamaoka
No final de junho último, o CEO da Uber, Travis Kalanick renunciou ao seu cargo depois de uma série de episódios envolvendo seu próprio comportamento e os do seu time.

 

Quanto custa demitir alguém?

Por Juliane Yamaoka, gerente-geral da Efix
Na hora da demissão, os gestores costumam considerar apenas os custos diretos relativos ao desligamento do profissional – mas existem também impactos no time, e na cultura o

 

Depois do furacão: como estimular o engajamento após a crise

Por Roberto Ventura, CEO da Efix
De 2016 pra cá, as empresas têm enfrentado um quadro difícil, com a demissão de um número grande de funcionários para driblar a crise.

 

Como as empresas desassociam desempenho e remuneração

Por Juliane Yamaoka
Nas empresas brasileiras, o dinheiro ainda é o principal elemento motivador dos funcionários.

 

Três tendências em gestão de desempenho para 2017

São Paulo, janeiro de 2017 – Os feedbacks regulares e o foco nas conquistas dos funcionários em termos de desenvolvimento e aprendizado deverão ser as principais tendências em gestão de desempenho para 2017.

 

Por que a liderança vai continuar sendo tendência em 2017?

Por Juliane Yamaoka*
A liderança tem tudo para continuar sendo uma grande preocupação entre líderes de RH e de negócios ao redor do mundo, com empresas mais centradas em times e na identificação e no desenvolvimen

 

Estrutura organizacional de grupos: prepare-se para essa tendência

Por Juliane Yamaoka*
Uma pesquisa da Deloitte divulgada no início deste ano, mostrou que o design organizacional é a principal preocupação dos executivos em relação à gestão de pessoas no mundo todo, sendo citada

 

Espírito de equipe melhora o engajamento do funcionário

Os ideais de inovação e criação de novos negócios trouxeram uma série de benefícios às empresas, com funcionários cada vez mais criativos e dispostos a sugerir mudanças que gerem mais produtividade e novas opor

 

“O RH sozinho não é capaz de mudar a cultura organizacional da empresa”

Para gerente geral da Efix, nenhum processo de mudança é efetivo se não houver envolvimento dos líderes de negócio
São Paulo, novembro de 2016 – Uma cultura organizacional bem definida e conhecida por toda a equi

 
 


Conecte-se à Efix:

Efix, Brasil

+ 55 (11) 3044 4349

Efix, EUA

+ 1 (586) 486 EFIx  
+ 1 (586) 486 3349